Print Friendly, PDF & Email

Exercícios Físicos e Alimentação Adequada

Atividade física e alimentação – duas importantes ferramentas para uma saúde de ferro!

Certamente você já ouviu o ditado “você é o que você come” e ele não poderia ser mais verdadeiro! Embora o ditado tenha um significado popular próprio, associando à saúde dos alimentos, bem como sua quantidade de gordura e calorias a quem o ingere, de um ponto de vista científico, ele se aplica perfeitamente ao fenômeno da nutrição via alimento. Os elementos dos alimentos são quebrados e sofrem transformação primeiramente na boca e, em seguida, no estômago, de modo que o corpo aproveita o necessário para o sustento de sua sobrevivência. De modo que somos, de fato, aquilo que comemos – e bebemos, já que também somos constituídos por água.

Bom, disso você já sabia. Não há como se livrar de todas as consequências causadas por tudo aquilo que você come, sejam boas ou ruins. Uma vez ingerido, o alimento fará o seu papel no organismo. E esse papel pode ser definitivo quando falamos de saúde, já que os alimentos afetam o corpo como um todo. Por isso, se você não está satisfeito com o funcionamento do seu organismo ou mesmo com a sua forma, vale repensar a sua alimentação. O que é mais presente no seu cardápio? Você conhece os benefícios de cada alimento que ingere, assim como os seus possíveis malefícios? Consome algo de forma exagerada? Sente fome constantemente e não consegue se saciar, por mais que coma?

Neste caso, o melhor a se fazer é procurar um nutricionista e explicar o seu caso. Esse profissional mapeará o seu cardápio diário e identificará quais são os elementos que faltam e sua dieta, assim como os que estão sendo consumidos em demasia, de forma prejudicial. É importante desconstruir a ideia de que o nutricionista só trata pessoas que estão muito acima ou muito abaixo do peso. Em muitos casos, você pode conseguir uma melhoria satisfatória no funcionamento do seu organismo ao contar com a ajuda de um nutricionista.

Atividade física x alimentação

Praticar atividades físicas certamente será excelente para sua saúde, mas não é tudo. Ainda que os exercícios tenham influência direta na sua disposição e bem-estar, boa parte das suas consequências positivas podem ser eliminadas por uma má alimentação ou pelo consumo de cigarro e bebidas alcoólicas. Não significa que você deve largar de vez o cigarro ou parar de beber, e muito menos parar de comer alguns alimentos pouco nutritivos e ricos em gordura. Não há necessidade de que você se desfaça daquilo que gosta ou já faz há muito tempo. No entanto, há um meio termo entre o consumo exagerado de produtos industrializados e uma dieta composta somente de vegetais, grãos e alimentos ricos em vitaminas.

Na dúvida, opte sempre pelo equilíbrio!

Se você tem certeza que comete alguns excessos, equilibrar a sua alimentação não é difícil. Ainda que você não tenha um cardápio exemplarmente saudável, há algumas modificações que você mesmo pode fazer em sua dieta, sem a ajuda de um profissional e contando apenas com o bom senso. Por exemplo, se você come dois bifes grandes na hora do almoço, por que não passar a comer apenas um? Dois bifes são realmente necessários para que você se sinta satisfeito? Se você come uma barra inteira de chocolate, porque não tentar comer apenas meia? Você não precisa deixar o chocolate de lado, mas não há motivo para que não o coma com moderação.

Essa lógica pode ser aplicada a todos os alimentos ricos em gordura, sódio, açúcar e conservantes que você ingere! O resultado disso é que você não precisa se privar daquilo que já está acostumado a comer, mas que pode fazer um pequeno esforço para reduzir o seu consumo. Não parece possível?

Podemos aplicar a lógica inversa a alimentos saudáveis. Se no café da manhã você come apenas uma maçã, tente incluir uma banana para acompanhar. Se você come dois pães, troque um pão por uma fruta, e mantenha o outro. Os alimentos saudáveis devem ser aumentados e incluídos, especialmente se forem substituir um alimento industrializado e rico em conservantes! Por isso, esqueça essa história de que dieta é sofrimento! Equilibrar alimentação pode fazer com que você perca várias medidas em menos tempo do que você imagina!

Não há necessidade de deixar de comer aquele macarrão que você tanto gosta. Mas já pensou em trocar o extrato de tomate pronto por um molho feito com o próprio fruto? Substituir o tempero pronto (em pó ou em cubo) por sal, cebola e pimenta? Essa troca também permite que você sinta uma diminuição de suas medidas, não necessariamente por perda de peso. Os alimentos industrializados geralmente causam forte retenção de líquidos, fazendo com que você aumente algumas medidas, cuja sensação é semelhante ao ganho de peso.

Sobre bebidas alcoólicas…

Se você adora tomar cerveja, caipirinha, vinho e afins mas pretende adotar hábitos saudáveis, não se desespere. Você não precisará cortá-los de vez. Lembre-se da nossa lógica do equilíbrio que pode perfeitamente ser aplicada a bebidas alcoólicas. Quantas vezes por semana você bebe? Qual é a quantidade, em ml ou litros, de bebida alcoólica que você ingere? Se também tem consciência que comete excessos, é o momento de reduzir. Se você toma quatro latas comuns de cerveja toda vez que bebe, reduza para apenas duas. Se bebe cinco doses de bebidas destiladas, reduza para três. Se tem muita dificuldade para reduzir a quantidade que bebe, você pode reduzir os dias nos quais bebe. Se você tem o costume de beber durante toda a semana, que tal reservar apenas dois dias para o consumo de álcool?

Tenha saúde!

Atividade física aliada a uma alimentação equilibrada são os alicerces para ter uma saúde de ferro! Prevenir é sempre melhor do que remediar! Portanto, invista em alimentos ricos em vitaminas e fibras e evite os industrializados. Mude gradativamente e busque sempre o equilíbrio. Com o tempo o processo se tornará natural! Uma vez que você experimentar os benefícios de uma vida mais saudável, jamais desejará viver de outra forma!

Se você gostou desse conteúdo, clique aqui e conheça o guia prático que irá te ajudar a evoluir no caminho para uma vida mais ativa e saudável.

Comments

comments

Share This