Print Friendly, PDF & Email

Se você está lendo este post, talvez já tenha sofrido uma ou mais quedas aparentemente sem motivos, ou então percebeu que um ente querido anda caindo com frequência. Compartilharei algumas informações que poderão ajudá-lo a evitar as principais causas de quedas em idosos e, também, em pessoas mais jovens.

Os motivos das quedas podem ser diversos

Como personal trainer de idosos e idealizador da Fisio Fit Senior, no decorrer desses anos venho adquirindo boa experiência também nesse assunto. A verdade é que o assunto é amplo. Tão amplo que terei que dividir este artigo em duas partes, para que eu não fique com a impressão de que deixei de falar algo importante.

Uma queda pode acontecer por motivos que vão desde efeitos medicamentosos até a postura física enquanto se caminha. Por essa razão, sempre que possível é recomendável saber pela própria pessoa qual foi o motivo de sua queda.

Um artigo da Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano (RBCEH) revela que cerca de 30% das pessoas com idade a partir de 65 anos caem pelo menos uma vez a cada ano. Outro artigo da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), do Ministério da Saúde, aprofunda o estudo afirmando que 40% dos idosos com 80 anos ou mais caem a cada ano.

Uma queda em alguém com essa idade pode resultar em problemas graves e até irreversíveis, com diminuição da capacidade de locomoção ou perda total. Uma matéria do Jornal da Gazeta exibida no ano passado conta que, em 2013, uma estatística do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo apontou que, anualmente, cerca de 125 mil idosos sofrem quedas dentro de suas próprias casas. Segundo eles, 40 mil desses casos aconteceram só na cidade de São Paulo.

Apesar dos números acima mostrarem que as quedas geralmente ocorrem em consequência de um ambiente impróprio, o problema também pode estar mais relacionado à saúde do idoso. Pode ser a falta de equilíbrio e de reflexo, fraqueza muscular, problemas de visão, consumo de bebidas alcoólicas e muitos outros.

Por essa razão, se você passou a levar quedas e ainda não descobriu a razão disto, recomendo que faça uma análise profunda sobre essa questão. Se não encontrou por si mesmo alguma resposta que lhe satisfaça, procure o seu médico ou um profissional da área à qual você acredita que suas quedas estão relacionadas.

As principais causas de quedas em idosos podem ser evitadas

Fui professor de Educação Física e, há 15 anos, atuo como educador físico e fisioterapeuta especializado em Fisiologia do Exercício para o Envelhecimento e Gerontologia. Sendo assim, posso afirmar que é possível evitar muitas causas dessas quedas.

Em entrevistas com meus pacientes, tenho ouvido queixas de diversas naturezas. De fato, quando o assunto é “queda”, constato que elas ocorrem por diversas razões, inclusive as que já foram citadas acima. Nesses casos, a simples adoção de alguns novos hábitos de vida – acrescida de uma rotina com exercícios físicos apropriados para cada pessoa – tem ajudado.

Vale lembrar que “cada caso é um caso”. O objetivo deste post foi o de provocar em você uma reflexão, buscando, primeiro em você mesmo, as possíveis causas das quedas que você tem sofrido. Somente após essa reflexão lhe será possível se ajudar e, também, procurar e encontrar uma ajuda profissional.

Fique atento ao próximo post, quando passaremos algumas dicas práticas que poderão também lhe ajudara eliminar as principais causas de quedas em idosos. Até lá!

Conheça o programa de prevenção da osteoporose e risco de quedas

Comments

comments

Share This