Print Friendly, PDF & Email

Como Começar a Praticar Atividade Física e Não Parar Mais!

Crie metas e escolha alguns estímulos. Essa combinação é essencial para praticar atividade física e não para mais

Não tem jeito. Mudar a rotina às vezes pode ser muito complicado. Você deve mudar alguns hábitos que vem cultivando há tanto tempo. Dormir mais tarde? Acordar mais cedo? Eliminar aquele cochilo depois do almoço ou aqueles doces de padaria que há tanto tempo você come todos os dias no lanche da tarde? Os adultos geralmente adquirem hábitos que permanecem por muitos anos. Uma vez que você adapta uma rotina confortável ao seu dia a dia, pode achar complicado mudar ou até mesmo pensar que não vale a pena. Será mesmo? Uma coisa é certa: se os seus hábitos forem benéficos para o seu organismo e para a sua mente, não há nenhuma razão para que você os deixe de lado. Se você tem o hábito de se alongar todos os dias de manhã antes de ir trabalhar ou de consumir muitas frutas no café da manhã, essas atitudes são bem-vindas no seu dia a dia! Porém, os hábitos saudáveis às vezes são raros na vida das pessoas, que na maioria dos casos optam por cultivar atitudes nocivas à saúde. Não praticar nenhum exercício físico, por exemplo, é um péssimo hábito! Quão difícil pode ser eliminá-lo? Uma vez que as pessoas percebem que levar uma vida sedentária pode trazer muitos malefícios, não é incomum que busquem tentar uma mudança de vida, seja através de uma alimentação mais saudável ou da prática de exercícios. O problema com relação a isso é a quantidade de desistências que se tem no primeiro mês. Quantas vezes você ouviu alguém dizer que pagou seis meses de academia e foi apenas duas semanas, para nunca mais aparecer? Ou até mesmo pessoas que passaram uma semana fazendo uma rígida dieta e não aguentaram, jogando tudo para o alto e ganhando ainda mais peso do que tinham antes de começar? Tudo isso acontece e não é muito raro. O pior é que é quase inevitável que essas pessoas desistam de vez, acreditando que a vida saudável e ativa não é para elas e se conformando com os hábitos nocivos de antes. Se essas pessoas fossem acompanhadas por um bom profissional, certamente eles diriam a mesma coisa a todas elas: “vocês estão erradas! Vocês podem, sim, ter uma vida saudável e ao mesmo tempo prazerosa!” Resta a questão: porque essas tentativas dão errado? Os motivos mais comuns são a pressa, a falta de persistência e impor metas que você não é capaz de alcançar! Ora, se você quiser entrar em uma rotina de corrida de rua, por exemplo, não vai correr cinco quilômetros no primeiro dia se você nunca correu nem 500 metros sem dar um intervalinho! Você não vai conseguir comer apenas frutas, cortar o sal, os doces e o álcool da noite para o dia se nunca descobriu nenhum alimento saudável que gostasse! Uma dieta assim só vai aumentar o seu apetite. O seu corpo sentirá a mudança drástica e a mensagem que seu cérebro mandará para o resto do corpo é “preciso de energia” e pronto! Tudo o que vai se passar pela sua cabeça é brigadeiro, lasanha, strogonoff… Os profissionais da educação física entenderam que mudar de hábitos nos dias de hoje não é fácil. Você deve conciliar suas rotinas de treino com o seu trabalho, o tempo que gasta com sua família e outras coisas importantes. No entanto, essas obrigações não impedem que você tire uma horinha por dia para fazer um exercício! Uma das recomendações mais importantes é: Encontre uma atividade física que lhe dê prazer!

Fazer algo que te desagrada não trará resultado e não te prenderá. Você deve buscar uma atividade que te dá prazer, que te faz feliz. Se você não gosta de academia de musculação, por exemplo, não precisa malhar! Se você não gosta de fazer atividades ao ar livre, simplesmente não faça! Há inúmeras atividades com as quais você pode se identificar e sentir prazer em praticar. Se você gosta de jogar futebol com os amigos, de dançar ou de praticar esportes na água para aliviar o calor, vá em frente! Não há uma atividade melhor do que a outra. O importante é você começar e conseguir adaptar esta atividade à sua rotina diária. E isso só será possível se você gostar do que está praticando!

Motive-se!

Todos fazem atividade física por algum motivo. Algumas pessoas se sentem mais calmas, outras o fazem pelo benefício de um corpo mais bonito e saudável, outras notam a necessidade de perder peso e outras simplesmente não conseguem ficar paradas! Mas se você é do tipo de pessoa que precisa de uma motivação um pouco maior do que estas, busque-a! Se o seu marido, namorada, companheiro, animal de estimação podem motivá-lo, não hesite em tê-los como companhia! Atualmente é muito comum que as pessoas façam grupos de caminhada, corrida, ciclismo e muitas outras atividades, de modo que um motive o outro! Ter um incentivo é sempre uma boa solução. Se você gosta de se desafiar, pode se dar pequenos presentes a cada vez que conseguir atingir uma meta pessoal. E é claro, pequenos presentes saudáveis!

Pra quê a pressa? Devagar e sempre!

Vamos retomar esta discussão, porque ela é muito importante. Ao iniciar uma atividade física depois de anos de sedentarismo, é fundamental que você comece devagar. Não dispense os alongamentos e um aquecimento antes de começar, porque isso evitará que você tenha dores musculares no dia seguinte! Os seus órgãos precisam se acostumar com algum nível de stress, pois durante as atividades você submeterá os seus músculos a isto! Pense que você está saindo do repouso. A sua circulação, respiração e os seus batimentos cardíacos irão acompanhar a sua marcha, portanto, seja sensato com eles! Se você impuser metas que é capaz de alcançar, se sentirá muito mais motivado a superar os próprios limites com segurança, sem prejudicar sua saúde. Coloque pequenas metas e desafie-se aumentando-as a cada dia! Corra cem metros hoje, depois duzentos amanhã, depois trezentos! Quando você se der conta, o cansaço já será coisa do passado! Portanto, paciência. Não chegue na academia querendo competir com pessoas que malham há muitos anos, mesmo que você já tenha praticado. Comece devagar e aumente à medida que se sentir à vontade!

Preste atenção na resposta do seu corpo!

Não há nada mais gratificante do que ver resultados. É importante perceber que o seu esforço está sendo bem aproveitado. Portanto, quando começar, preste atenção nas suas noites de sono, na sua disposição para fazer coisas do dia a dia, no funcionamento dos seus órgãos. É muito comum que após o segundo mês de atividade você consiga eliminar diversas dores crônicas, o sentimento de fadiga, insônia, stress e outros sintomas causados pelo sedentarismo! E lembre-se: o profissional de Educação Física é a pessoa mais indicada para te ajudar nesse processo. Busque orientação, comece a se exercitar e verá os benefícios logo nos primeiros 30 dias. Caminhe na direção dos seus objetivos com passos curtos e firmes e com certeza a vitória é garantida! Quer saber mais? Cadastre-se para assistir a aula online gratuita sobre Como Medir a Intensidade do Exercício Físico. Aproveite é Gratis! 

Comments

comments

Share This