Print Friendly, PDF & Email

Perca peso caminhando!

Como perder peso caminhando

Caminhar é sempre uma boa pedida. Você pode caminhar sozinho, com alguém que você ama – ou apenas aprecia a companhia – com o seu cachorro e até com desconhecidos, em grupos de caminhada. A caminhada possui incontáveis benefícios que podem mudar a vida de uma pessoa inclusive no curto prazo. Se você é do tipo que presencia o anoitecer dentro de casa ou em ambientes fechados, experimente caminhar ao entardecer.

Certamente se sentirá muito melhor do que ficando em casa! Largar a velha rotina pode ser muito difícil. Mas e se essa rotina não te faz bem? Já imaginou poder ter uma vida melhor? Poder acordar, todos os dias, se sentindo muito melhor do que acorda hoje? Ver seus exames médicos com melhores resultados? Imagine poder passar todos os próximos dias de sua vida se sentindo pelo menos 40% mais disposto…seria ótimo, não?

Pois saiba que uma boa caminhada pode te proporcionar isso e muito mais! ​Há muitas pessoas que vivem no sedentarismo e não conseguem mudar suas vidas por diversos fatores. Muitos acham difícil começar a praticar uma nova atividade, aprender novas técnicas, passar por períodos de adaptação, etc. Por que, então, não optar por caminhar?

Em muitos casos, as pessoas simplesmente não acreditam que fazer caminhadas será eficiente. Acham que tem que apostar em algo mais “pesado” e com este pensamento acabam por nunca fazer uma coisa, nem outra. Vamos esclarecer aqui alguns pontos que derrubarão a ideia de que caminhar e ficar parado acaba por dar no mesmo:

A caminhada é uma potente ferramenta para prevenir doenças – caminhar evita incontáveis doenças, tanto físicas quanto psicológicas. Quando você vai caminhar pela primeira vez, é natural que se sinta incomodado com uma insistente “coceirinha” pelo corpo. Essa sensação é causada pelo seu sistema circulatório e indica que ele não estava usando sua capacidade devidamente. Os seus órgãos foram feitos para funcionar!

Quando você caminha, os seus pulmões utilizam sua capacidade de forma equilibrada. E isso acontece também com o seu coração. Acompanhando a marcha, o sistema circulatório obedece aos novos comandos do cérebro, diminuindo as chances de que você sofra com problemas como entupimento de veias, por exemplo! O resultado disso é que você não vai mais sentir aquela fadiga no dia a dia, para trabalhar, estar com a família ou se dedicar a um hobby.

Aquele cansaço, que vem repentinamente e faz com que você se sinta indisposto sem nenhum motivo, também irá desaparecer! Portanto, a caminhada fortalece os órgãos e melhora seu funcionamento, prevenindo doenças cardiovasculares, respiratórias, musculares e complicações nas articulações. Esse argumento, por si só, já é suficiente para você abandonar de vez o sedentarismo.

Você já sabe por onde começar – caminhar sempre fez parte da sua vida. Você anda desde que era criança. Faz isso inconscientemente, de forma natural. Portanto, caminhar é um exercício que não exige tanto esforço de você, quando falamos a respeito de técnica, uma vez que não há técnica “certa” para começar.

Basta fazer o que você já sabe! À medida que o tempo for passando, você pode inserir metas e potencializar a sua caminhada para queimar mais calorias ou mesmo ter um impacto mais satisfatório no seu corpo. Mas ainda assim, a caminhada é um exercício que você não precisa ter receio de fazer. As lesões são praticamente inexistentes. Por isso, se você acredita que não conseguirá aprender nenhum exercício novo, não há porque não apostar na caminhada!

Menos risco de autossabotagem – autossabotar-se é natural. Mesmo as pessoas que já estão acostumadas a praticar exercício físico se autossabotam, exatamente pelo fator “exigência”. Quando você procura metas muito extenuantes para o seu condicionamento, acaba ficando perdido e desmotivado no meio do processo. A caminhada é uma atividade de baixa intensidade e isso significa que exigirá de você, mas que isso irá acontecer de forma gradual.

Você mesmo sentirá os benefícios que este exercício lhe proporciona e aumentará naturalmente a intensidade e o tempo, dentro do seu limite. Você construirá o seu condicionamento aos poucos, sem cobrança. Quando você estiver consciente dos resultados que o hábito de caminhar trouxe para a sua vida, as probabilidades de que você pare serão muito remotas!

Sem dilemas, sem desculpas – a caminhada é a prova de que você não precisa ter dinheiro para pagar academias ou tempo para se deslocar para fazer uma aula. A caminhada é o caminho mais curto entre o sedentarismo e a vida fisicamente ativa e saudável. Tudo o que precisa é ter força de vontade para começar e nada mais!

Quem disse que a caminhada não é eficiente? – viver no sedentarismo aguardando a coragem para fazer um exercício “pesado” não é sensato! Quanto mais tempo você fica sedentário, mais essa realidade de fazer um exercício com alto gasto calórico se torna distante. Se você não tem o hábito de fazer nenhum exercício, precisa começar devagar, acostumar o seu corpo a um nível baixo de stress e ir aumentando à medida que se sentir à vontade.

Se você quer fazer um exercício que exige mais de você, a caminhada pode ser de grande ajuda para que você atinja seu objetivo. Se você apenas procura deixar o sedentarismo, mas não acredita nos benefícios da caminhada, eu vou te provar que isso não é mais motivo para que você não comece!

Tonificando os músculos – caminhar também ajuda a tonificar os músculos, especialmente da perna e os glúteos. À medida que você consegue aumentar o seu rendimento, os seus músculos se fortalecem. Você sentirá mais facilidade em circunstâncias do dia a dia que exigem um equilibrado esforço físico como subir os degraus de uma escada ou quando precisar ficar muito tempo de pé. Além disso, a caminhada ajuda na queima de calorias.

Se você possui uma barriguinha insistente ou está acima do peso, a caminhada será uma excelente aliada para que você recupere sua forma física e alcance uma silhueta mais leve e esguia. Note a diferença, especialmente ao redor da cintura, já nos primeiros dois meses!

Bem-estar psicológico – quando você tira um tempo para caminhar, você se afasta dos dilemas do seu dia a dia. Se você enfrenta qualquer tipo de problema no trabalho, na vida pessoal ou com a família, sair para caminhar fará com que você dê um tempo a si mesmo. É um momento que você pode usar para refletir, colocar a cabeça no lugar e deixar a ansiedade de lado, ajudando a combater também problemas como stress e insônia.

Já tentou caminhar e não perdeu peso? ​Aqui é importante fazer algumas considerações. Algumas pessoas começam a caminhar ou fazer qualquer atividade física e não obtêm o resultado desejado no sentido de perder peso. Por quê? Será que algumas pessoas simplesmente não perdem peso? Precisam de um exercício ainda mais pesado? Não se adaptam à baixa intensidade? Será que não se esforçam o suficiente? ​Todas essas perguntas são mitos.

Dificilmente alguém simplesmente não perde peso. O que costuma acontecer é não adaptarem outros fatores de suas rotinas à nova vida ativa. A caminhada fará a sua parte. Você terá todos os benefícios indicados neste artigo. Mas se você vai caminhar e para pra tomar aquela cerveja gelada e comer uma porção de batatas fritas, a história já é diferente.

A caminhada como atividade física precisa ser levada a sério. Você deve dedicar o tempo do seu dia ao exercício e concentrar-se nele, sem distrações. Caminhada não é passeio! Se você mora perto do seu trabalho e troca o carro pela caminhada, poderá ver diferenças a longo prazo, especialmente no que diz respeito à sua disposição, mas isso não significa necessariamente que você esteja fazendo, de fato uma atividade física.

Quando você insere o caminhar no seu dia a dia certamente está fazendo um favor ao seu organismo. A contagem de calorias a longo prazo é bastante significativa quando você troca o elevador pelas escadas e deixa o carro em casa para andar algumas quadras. No entanto, a prática de atividade física exige que você esteja concentrado. Só assim será possível aumentar o seu rendimento, atingir novas metas e avaliar os resultados.

Além disso, você potencializa o benefício da caminhada quando se alimenta adequadamente antes e depois do exercício. Se você sai do trabalho sem comer nada e vai direto caminhar, é bem provável que sinta fraqueza ou que o seu organismo recorra à sua massa magra como fonte de energia e perder massa magra é altamente prejudicial ao organismo. Se você come de forma exagerada antes de caminhar, dificilmente conseguirá queimar aquelas calorias e isso é ainda pior se estes alimentos forem ricos em gordura e calorias! Após a caminhada, a mesma lógica prevalece.

Se você chega em casa e come alimentos gordurosos ou calóricos demais, aquilo que gastou durante o exercício será muito menos do que o que consumiu, fazendo com que você faça reservas de energia em forma de gordura, e, portanto, engorde! Prestar atenção na alimentação é importante para potencializar os efeitos da caminhada. ​Quando você começa a caminhar e faz algumas mudanças – para melhor – na alimentação, certamente sentirá os resultados.

Diminuir o álcool e a ingestão de alimentos ricos em açúcar e gordura saturada, reduzir a quantidade de comida que ingere e fazer várias refeições por dia farão com que você receba os benefícios da caminhada em sua totalidade. A alimentação equilibrada e rica em fibras, vitaminas e outros nutrientes será o melhor combustível para as suas caminhadas. Você não precisa cortar tudo aquilo que gosta ou parar de beber álcool.

Mas é possível consumir tudo aquilo que gosta com moderação! Em todo caso, o excesso faz mal, até mesmo de vitaminas. Por isso, nada de dietas mirabolantes, nada de mudar o cardápio da noite para o dia e de ficar ligado na balança. Relaxe e faça a sua parte que o resto virá naturalmente! A atividade física deixa de ser benéfica quando se torna uma obsessão. O equilíbrio é sempre o caminho certo na alimentação, na intensidade e frequência dos seus exercícios e na espera pelos resultados.

Nada de pegar muito pesado ​Seguindo o mesmo raciocínio, é importante mencionar um pouco os malefícios de começar a caminhar com muita cobrança. Vamos aqui ressaltar uma verdade: a caminhada é uma atividade física que permite que você construa o seu desempenho, o seu hábito e que melhore o seu condicionamento de forma gradual. Se você é sedentário e tem um amigo que nunca o foi, não queira acompanhar o ritmo dele.

Não tenha vergonha de ficar para trás nos primeiros dias! É perfeitamente normal que o seu corpo responda diferente do corpo de alguém que sempre foi fisicamente ativo. Cada um possui os seus limites e eles não devem ser ultrapassados quando estamos falando de atividade física. Por isso, preste atenção no que está sentindo quando está tentando aumentar a velocidade ou o tempo de exercício.

Se sente dores, enjoo, fadiga excessiva, cãibras ou outro tipo de desconforto que torne a caminhada um verdadeiro martírio, pare e preste atenção no que pode estar fazendo errado. O seu corpo foi feito para ser cuidado e a atividade física é uma das formas de fazer isso! Portanto, se se sentir mal durante a caminhada, procure saber o que está acontecendo ou se está pegando muito pesado.

Relaxe! ​O importante é se sentir bem e viver com saúde! Comece devagar. Espere o seu corpo responder. Ele terá o tempo dele e isso precisa ser respeitado. Não há necessidade de caminhar mais do que uma vez por dia e nem todos os dias da semana. Tire pelo menos dois dias para o descanso e a recuperação e depois volte com tudo!

Caminhada turbinada existe?

Falar de caminhada não é nenhuma novidade, não é mesmo? Agora falar que você pode TURBINAR a sua caminhada e com isso ajudar o seu corpo no processo de emagrecimento e condicionamento físico é algo que talvez você ainda não tenha ouvido falar. Quando você turbina sua caminhada, ela se torna muito mais motivadora, desafiadora e mais estimulante, e ainda fortalece seu corpo de forma mais eficiente.

Talvez você seja um praticante de caminhada há algum tempo e percebeu que os resultados já não estão tão bons quanto antes.  Isso pode acontecer, pois seu corpo se acostuma com o estímulo – nesse momento você tem a opção de continuar a caminhar ou começar a correr. Porém, muitas pessoas não querem ou não podem correr por algum motivo. Então, pensando nisso, vou apresentar uma forma segura e eficaz de aumentar os resultados da sua caminhada.

Para que você torne a sua caminhada em uma caminhada “turbinada”, precisa ter em mente que não pode ser um iniciante, você precisa ter o mínimo de preparo fisico. Então vamos lá! Os movimentos devem ser vigorosos e intensos, um passo deve levar ao próximo em uma harmonia fluida. A consciência sobre o corpo deve estar presente o tempo todo, você precisa prestar atenção nos movimentos e na respiração fazendo da caminhada uma atividade sobre sua atenção.

Cabeça: O olhar é para frente, com a cabeça erguida e com total controle sobre a postura.

Braços: Cotovelo flexionado e com os punhos semi-fechados. Os movimentos dos braços devem ser conduzidos para frente e para trás, fazendo um movimento intercalado dos braços de forma vigorosa e conduzida.

Tronco: Postura ereta, olhar para frente e abdômen contraído O TEMPO TODO –  nunca deve ficar relaxado Seu quadril irá balançar com o objetivo de aumentar a fluidez do movimento.

Passadas: Tem que ser confortáveis e largas, mas sempre respeitando o limite da sua articulação. Diminua a velocidade na presença de qualquer desconforto.  Os calcanhares são os primeiros a tocarem no chão. Importante lembrar que um sempre está no solo, não existe salto, um passo leva a outro. Experimente turbinar sua caminhada.

Você sai da rotina, testa algo novo e ainda ganha vários benefícios. Vou deixar abaixo o link da palestra que irá ajudar você a identificar a intensidade do exercício e assim aumentar também a sua segurança para fazer sua caminhada turbinada com tranquilidade.

Bom treino!!

Aqui está o link da palestra. Clique e assista. Nessa palestra eu mostro uma forma prática e simples de medir a intensidade do exercício físico. 

Comments

comments

Share This