Print Friendly, PDF & Email

Como Perder Peso Cortando os Excessos que você Cultiva

Sabia que é possível perder peso apenas cortando os excessos e sem passar fome?

Nem todos os brasileiros possuem o hábito de se exercitar. Na verdade, esta realidade vale para pessoas do mundo todo. Embora este panorama esteja mudando, até hoje vemos ao nosso redor muito mais pessoas cultivando o sedentarismo e maus hábitos alimentares do que aquelas que são preocupadas com a sua saúde – e com o seu futuro!

Os motivos disso podem ser os mais diversos: hábitos passados de geração para geração, o pensamento de que a alimentação e o sedentarismo não possuem impacto efetivo sobre a saúde e também a falta de preocupação com o futuro. Será que se as pessoas soubessem que é possível envelhecer com saúde e fazer com que este processo seja muito mais lento, dariam uma maior atenção àquilo que comem e à quantidade de tempo que passam em repouso? O que seria um bom motivo para reduzir a quantidade de álcool que ingerem? Ou mesmo para largar o cigarro?

Hábitos e saúde – como influenciam?

Não é fácil largar alguns hábitos. Se sua avó te ensinou a comer carne com gordura alegando ser saudável quando você era apenas uma criança, certamente será difícil que você se convença do contrário. Se você viu os seus pais ou tios fumando e bebendo durante um fim de semana inteiro e acredita que é assim que as coisas devem ser, dificilmente você deixará de pensar que este hábito é inocente.

Isso pode não valer para todos, mas certamente é um dos fatores que influenciam o modo como uma pessoa vive ao longo de toda a sua vida. Há algum tempo, dificilmente os pais incentivavam as crianças a praticar esportes e embora as escolas o fizessem, este costume acabava tão logo acabava o período escolar, de modo que a atividade física consistia apenas em esportes coletivos, que duravam até o fim da adolescência.

O pecado do excesso

Há quem diga que as leis deste mundo são regidas pelo equilíbrio, e de certa forma isso é verdade, especialmente quando pensamos no nosso organismo. Tudo em excesso para o ser humano é nocivo, mas o que seria o excesso? Também ele depende do hábito que se cultiva!

Por isso, devemos nos atentar a algumas recomendações de médicos, de profissionais da educação física e também de nutricionistas. Afinal, pode ser que estejamos cultivando vários excessos e nem sequer nos atentamos a isso! Em todo caso, se você não pode consultar profissionais como estes por enquanto, pode se valer da sensatez e analisar o modo como o seu corpo reage ao que você faz com ele. Se sente muitas dores, fadiga, cansaço e indisposição e ainda é jovem, certamente você está cultivando repouso em excesso.

Quantas vezes por semana você faz seu corpo trabalhar? Lembre-se, que o corpo humano funciona como uma máquina, cujas engrenagens precisam estar em pleno funcionamento ou se enferrujarão! Outro exemplo: você tem tosses constantes, ronca muito durante a noite e sente dificuldade para respirar? Se for fumante, nem precisa procurar muito, pois o problema certamente estará aí!

Quanto você fuma por dia? Se não pretende parar em breve, o quanto pode diminuir? Ao cortar os excessos você consegue ganhos enormes. Excessos de açúcar, gorduras, alimentos industrializados, álcool e de repouso são verdadeiros venenos para a saúde. Livrando-se deles, você sentirá em menos de um mês uma resposta positiva do organismo, que agradecido lhe proporcionará alívio.

O excesso de peso

O excesso de peso é um dos problemas mais comuns para pessoas de todas as cidades, que se agrava à medida que se envelhece. A razão disso é que na maioria dos casos o excesso de peso traz outros problemas, como complicações nas articulações sobrecarregadas, doenças cardiovasculares, diabetes e também psicológicos, como desconforto com o próprio corpo e redução na autoestima.

Muito longe de querer pregar elementos da tão errônea “ditadura da beleza” onde somente os esbeltos são verdadeiros modelos de saúde. É importante ressaltar que não se trata de considerar que os gordinhos estão errados ou que devem emagrecer. Não há o menor problema em ser gordinho, desde que tenha saúde! Aqui o que devemos condenar é o excesso de peso que coloca a sua saúde em risco e te proporciona uma má qualidade de vida. É o excesso de gordura que circunda os seus órgãos vitais e atua no seu organismo quase como se fosse um deles. Por isso, se você se encontra nesta situação, deve tomar uma atitude urgente, ao menos para reduzir este excesso.

Medidas quase infalíveis sem sacrifício

Se você decidiu fazer aquela dieta, foi ao supermercado e comprou somente frutas e verduras, passou na loja de produtos naturais e comprou todos ingredientes para fazer aquele detox, tome cuidado. O organismo leva tempo para se acostumar às mudanças é muito provável que você não consiga suportar esta transformação repentina nos seus hábitos! Não gaste dinheiro atoa! Nessas situações, o bom senso é sempre o seu melhor amigo. Por isso, comece devagar. Não gosta de verduras?

Acrescente apenas uma verdura em cada refeição, ao menos nas primeiras semanas, para que o seu corpo se acostume ao sabor e aos novos nutrientes daquele alimento. Come muitos doces? Experimente trocar parte dos doces que você ingere por uma fruta ou mesmo pão integral com mel ou geleia.

Faça testes e veja com o que consegue se acostumar e sentir prazer! Não corte nada do que come de uma vez, porque a tendência é que o seu corpo sinta muita falta daquilo e que você não resista e coma mais do que tem o costume de comer. Não é necessário sofrer para perder peso, mas é importante ter disciplina!

Cortar os excessos, inserir alimentos saudáveis na dieta e praticar atividades físicas regulares podem fazer com que sua vida se transforme por inteiro! Faça aquela caminhada que você está se prometendo há muito tempo, vá se informar sobre aquela academia perto de sua casa! O mais importante de tudo é agir e não se conformar com os maus hábitos!

Quer começar da forma correta e com um passo a passo simples de acompanhar? Conheça o programa Como Começar a Correr. Na verdade você começará com caminhada e irá evoluindo gradativamente.

como-comecar-a-correr-7-reais

Comments

comments

Share This