Print Friendly, PDF & Email

Você com certeza já ouviu falar em uma doença que enfraquece os ossos e leva o nome de osteoporose, não é mesmo?

Pois bem. Antes de começarmos a falar qualquer coisa a respeito dela, importante que, antes de tudo, façamos uma definição a respeito dessa doença.

A Osteoporose é uma mal que atua afetando a todos os ossos do corpo humano de maneira sistêmica e metabólica. Assim como os demais tecidos do corpo, o osso precisa passar por um processo de remodelação para continuar em seu estado original de saúde. Na ocorrência dessa doença, o osso tem afetada sua capacidade de se remodelar. Isso fará com que ele fique enfraquecido e mais fino, o que o tornará mais propenso a rupturas até mesmo em acidentes bobos que podem ocorrer em casa, por exemplo.

Nesse texto falaremos um pouco a respeito de alguns cuidados que são importantes para quem estiver sofrendo com essa doença. É importante ressaltar que todos precisam tomar cuidado com relação a ela, pois ninguém está imune, mas principalmente aqueles que fazem parte do grupo de risco. Mais especificamente as mulheres que passam ou passaram pela menopausa e aqueles que possuem casos na família.

 Veja também: Tipos de Osteoporose

 

O que fazer para evitar que a osteoporose evolua

 

1# – Controle o seu peso e pratique atividades físicas

Estar acima do peso significa dificuldades para praticar atividades físicas, o que será muito prejudicial para o paciente com essa doença.

É importante que você converse com seu médico para saber direitinho que tipo de atividade pode praticar. Em geral, as academias com atividades como caminhadas são bem recomendadas.

O controle do peso também tem relação com a necessidade de uma dieta específica que falaremos no próximo item.

 

2# – Ingestão de cálcio e vitamina D

Tanto o cálcio como a vitamina D são nutrientes extremamente importantes para a dieta da pessoa com osteoporose. Ambos ajudam no fortalecimento do osso e precisam ser consumidos em doses diárias que serão passadas pelo médico responsável. Alimentos como verduras e laticínios fortificados são boas fontes desses nutrientes.

3# – Fique longe do cigarro

Não é só considerado um fator de risco, mas também um agravante para essa doença. Sua fumaça, quando presente na corrente sanguínea, prejudica o funcionamento das células responsáveis por construir e reparar a matriz óssea.

 

4# – Modere também o álcool

Seu consumo excessivo acaba por diminuir as reservas de cálcio o que torna os ossos mais fracos. Outro fator é que ele também é capaz de interferir na absorção de cálcio e vitamina D pelo pâncreas. Isso faz com que o fortalecimento dos seus ossos seja prejudicado, aumentando a possibilidade de ruptura.

 

5# – Providencie, regularmente, a densitometria óssea a partir dos 50 anos

Esse processo que consiste na avaliação da densidade dos ossos e músculos do corpo deve ser feito, anualmente, após os 50 anos. Ele será importante para avaliar a condição em que o osso se encontra.

 

Baixe Aqui seu Guia Prático Gratuito de como Cuidar da Osteoporose

Comments

comments

Share This