Print Friendly, PDF & Email

Quando o médico recomenda que os idosos façam atividade física, qual é a primeira atividade que passa na sua cabeça? Com certeza, a caminhada foi um dos primeiros exercícios que você deve ter se lembrado, certo?

Claro que a caminhada tem os seus benefícios, mas a musculação é certamente uma das atividades mais eficazes para o idoso. Independentemente da idade, a musculação é um poderoso aliado para o corpo porque é importante se exercitar em intensidade suficiente para melhorar a resposta ao treinamento de força e, assim, obter ganhos significativos como resultado desse treinamento.

Treinamento resistido

Você já ouviu falar do treinamento resistido? Ele nada mais é do que o treinamento de força, com cargas, com pesos e musculação. Quando bem realizado, ele resulta no aumento da massa muscular, na densidade óssea e do aumento da força.

Itens fundamentais para que o idoso siga independente e que leve uma vida ativa ao reduzir as chances de lesão e quedas, comuns quando o idoso não trabalha e não fortalece o corpo.

Benefícios da musculação

Afaste a imagem daqueles fortões que lotam as academias em busca de músculos saltados. A musculação vai além disso. Quando o assunto é saúde, os benefícios da musculação para o idoso são os mesmos aos obtidos pelos jovens.

A musculação, principalmente para o idoso, melhora a condição funcional do idoso, uma vez que o envelhecimento está associado à perda de massa muscular e da força muscular.

Qual é a frequência indicada de musculação para os idosos?

A recomendação mínima de musculação para o idoso, quando envolve grandes grupos musculares, é de dois ou mais dias por semana. Além disso, nada de corpo mole. Alguns especialistas recomendam que o nível de esforço para as atividades de fortalecimento muscular, como é o caso da musculação, é de moderado a alta.

Conheça o Guia Prático Para Uma Vida Mais Ativa e Saudável

Comments

comments

Share This