Print Friendly, PDF & Email

Se você pensa que seus genes dominam quando se trata de saúde, está enganado. Sua saúde depende tanto de suas opções de estilo de vida quanto do seus genes, em particular no envelhecimento.


As pesquisas confirmam que, embora a genética seja importante, seu peso, atividade física, níveis de estresse e hábitos relacionados à saúde desempenham um enorme papel na determinação de seu bem-estar geral.


O que significa isso? Se algum de seus hábitos e comportamentos é prejudicial, quanto mais cedo você mudá-lo e adotar hábitos e comportamentos mais saudáveis, maiores as chances de viver até uma idade avançada.
Quais os hábitos e comportamentos de risco? São aqueles que aumentam suas probabilidade de desenvolver doenças. Para algumas pessoas, um risco de saúde pode ser a inatividade, o excesso de peso ou estresse. Para outras, pode ser fumar ou beber em excesso.


Seja quais forem os seus hábitos, nunca é tarde demais para mudá-los. Se você não cuidar de certos comportamentos agora, seus esforços para assegurar que seus anos à sua frente sejam positivos podem ser inúteis.
Se você não é fisicamente ativo, é hora de começar a se mover. Os estudos mostram que apenas um quarto a um terço dos idosos participam de atividades físicas moderadas três ou mais vezes por semana.


Talvez você julgue que é tarde demais para se beneficiar dos exercícios, mas o oposto que é a verdade. Em comparação com adolescentes e adultos mais jovens, os idosos têm mais a ganhar quando se tornam mais fisicamente ativos. Isso se deve ao fato de que quanto mais velho você se torna, maior o risco de enfermidades. Os exercícios pode ajudar a reduzir esses riscos.

A  falta de atividade física contribui para muitas doenças e distúrbios crônicos, como:


-Hipertensão
-Taxa alta de colesterol no sangue
-Diabetes
-Obesidade
-Câncer no cólon
-Osteoporose
-Aumenta o risco de quedas


A atividade física regular pode ajudar a melhorar sua qualidade de vida. Com melhora da força e resistência que são resultados da prática regular de exercícios, as tarefas rotineiras como limpar o quintal, lavar o carro, lavar roupa, limpar a casa, subir escada, levantar de uma cadeira, ficam mais fáceis de realizar. De igual importância, a prática regular de exercícios físicos pode reduzir seu risco de morrer prematuramente sobre qualquer causa.

Se você é inativo e não se submeteu a exames nos últimos dois anos, ou tem uma doença crônica, é uma boa ideia consultar o seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios físicos.

 


Por onde começar? O ideal é procurar um profissional capacitado para iniciar um programa direcionado para as suas necessidades. Se não for possível nesse momento, você pode sim começar sozinho, antes de tudo fale com seu médico e tenha certeza de que esteja apto para iniciar os exercícios. Vou deixar aqui uma maneira de iniciar.

1- acumule 150 minutos de exercício aeróbio por semana, comece com uma caminhada de 20 minutos e aumente o tempo sempre respeitando o seu limite

2- faça flexões de braço no chão começando com os joelhos apoiados primeiramente e evolua para o apoio das pontas dos pés somente. Comece com uma série de 8 a 12  e evolua para duas e três séries,  respeitar o limite é muito importante.

3- sentar e levantar de uma cadeira (agachamento), é um ótimo exercício para a parte superior da perna, comece com uma série de 12 a 15 repetições e evolua para duas e três séries, respeite seu limite.

4- elevação dos calcanhares em pé com os joelhos extendidos com as mãos apoiadas na parede, faça uma série de 12 a 15 e evolua para duas e três séries, respeite seu limite.

Muito importante que todos os exercícios sejam feitos sem sentir dor, caso aconteça pare imediatamente!

Vamos lá, assuma a responsabilidade pela sua saúde e corrija seus maus hábitos e comportamentos.

Comments

comments

Share This