Print Friendly, PDF & Email

Benefícios da linhaça, óleo de prímula e gérmen de soja no tratamento da menopausa

A menopausa é um período de grandes mudanças hormonais na vida das mulheres. Na maioria das vezes, esse período é acompanhado de diversos sintomas desagradáveis, tais como as ondas de calor, a redução da libido, a depressão, a irritabilidade e a diminuição da elasticidade da pele. Logo,  para se prevenir desse conjunto de sintomas, é fundamental a adoção de algum  tratamento para a menopausa, de preferência os naturais e sem hormônios artificiais, ricos em óleo de linhaça, óleo de prímula e gérmen de soja.

Os óleos naturais

Os tratamentos naturais são uma ótima pedida para enfrentar esse período da menopausa sem sofrimento. Entre as opções naturais, se encontram o óleo de linhaça, o óleo de prímula e o gérmen de soja, que têm benefícios excelentes para a menopausa devido à presença de fito-hormônios em sua composição. Venha conhecer os benefícios desses compostos naturais que têm ajudado no tratamento dos sintomas da menopausa! Confira!

O tratamento com fito-hormônios

Tanto o óleo de linhaça, o óleo de prímula quanto o gérmen de soja possuem fito-hormônios em sua composição, que são substâncias com uma estrutura similar à do estrógeno, hormônio feminino que tem sua produção reduzida durante a menopausa.

Como a estrutura é similar, as ações dos fito-hormônios no corpo humano são parecidas com aquelas exercidas pelo estrógeno. Por isso, o óleo de linhaça, o óleo de prímula e o gérmen de soja têm sido utilizados para auxiliar no tratamento dos sintomas da menopausa, tais como os distúrbios do sono, as ondas de calor e a irritabilidade.

Esses compostos naturais são particularmente importantes para as mulheres que não se sentem bem ou que possuem algum tipo de contraindicação ao tratamento tradicional.

A suplementação natural em cápsulas

Para que a terapia com os fito-hormônios tenha efeitos sobre os sintomas da menopausa, é preciso que a utilização desses compostos naturais seja realizada em quantidades adequadas e de forma regular.

Assim, uma maneira de garantir a medida correta é aderir a suplementação em cápsulas, visto que elas contêm em sua fórmula quantidades bem definidas dos óleos naturais  e dos seus respectivos fito-hormônios. Outra vantagem das cápsulas é que elas são de fácil ingestão e, ainda, podem ser carregadas para qualquer lugar, seja para o trabalho ou mesmo para uma viagem.

Os benefícios do óleo de linhaça

Esse óleo é um composto extraído da semente produzida pela planta do linho, cujo nome científico é Linum Usitatissimum L. O óleo de linhaça é muito rico em fito-hormônios do tipo lignano e também contém provitamina A e as vitaminas B, C, D e E.

Devido aos fitoesteroides presentes em sua composição, o óleo de linhaça traz diversos benefícios para a saúde durante a menopausa. Essas substâncias são conhecidas pela sua potencial capacidade de diminuir o LDL-colesterol, popularmente conhecido como “mau colesterol”. Por isso, o consumo regular de linhaça pode reduzir os riscos de ocorrência de problemas cardiovasculares e de doenças do fígado.

Além dos fitoesteroides, o óleo de linhaça também é rico em ômega-3 que tem ação anti-inflamatória e antioxidante, podendo auxiliar na manutenção da saúde da pele e dos vasos sanguíneos e ajudar na prevenção de alguns tipos de cânceres, tal como o câncer de mama. Outros benefícios do óleo de linhaça incluem o melhor funcionamento intestinal e o aumento da sensação de saciedade, que podem auxiliar no emagrecimento.

Os benefícios do óleo de prímula

Esse óleo é extraído da semente da planta prímula, cientificamente chamada de Oenothera Biennis. Além dos fito-hormônios, o óleo de prímula é rico em ácido linolênico (ômega-3) e ácido linoleico (ômega-6), sendo que estudos científicos têm demonstrado que essas duas substâncias podem ser úteis na redução da frequência de fogachos durante a menopausa.

Entre os potenciais benefícios do óleo de linhaça podem ser citados o aumento da absorção de cálcio pelo intestino e a redução da sua excreção urinária, auxiliando na manutenção da saúde dos ossos. Além disso, há diminuição dos níveis de colesterol e triglicérides, com redução dos riscos de doenças cardiovasculares.

Além disso, o ômega-6 presente nesse óleo também pode auxiliar na beleza da pele, ajudando a manter a sua hidratação e evitando o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Outros possíveis benefícios do óleo de prímula é a diminuição dos transtornos emocionais que antecedem a menstruação, a chamada TPM.

As vantagens do óleo de prímula para os homens

As ações dos componentes do óleo de prímula também podem trazer benefícios para a saúde dos homens, tais como a provável redução do risco de ocorrência de alguns tipos de cânceres, o fortalecimento do sistema imunológico, a manutenção da elasticidade e da hidratação da pele e o auxílio na redução do colesterol.

Os benefícios do gérmen de soja

gérmen de soja é um alimento funcional rico em fito-hormônios do tipo isoflavonas, tais como as genisteína, a daidzeína e a gliciteína. Essas substâncias têm maior potencial estrogênico em relação aos outros fito-hormônios e têm sido relacionadas com a diminuição da intensidade e da frequência das ondas de calor durante a menopausa.  Além desses componentes, o gérmen de soja também é rico em fibras, proteínas, ômega-6, ômega-3 e vitaminas, substâncias importantes para a manutenção da saúde.

Da mesma forma que o óleo de linhaça e de prímula, os fito-hormônios presentes no gérmen de soja podem auxiliar na melhoria do perfil lipídico, com redução dos níveis de triglicérides e do colesterol, prevenindo a ocorrência de doenças cardiovasculares e reduzindo do risco de alguns tipos de cânceres.

Outros benefícios desse alimento estão relacionados à melhoria da função intestinal ocasionada pela grande quantidade de fibras, evitando constipações, à elevada concentração de proteínas de origem vegetal e da presença de todos os aminoácidos essenciais.

Diante do exposto, ficou claro que os benéficos do óleo de linhaça, do óleo de prímula e do gérmen de soja podem auxiliar no tratamento dos sintomas da menopausa, certo? Quer aprender outras dicas para tornar a menopausa em um período mais prazeroso? Então, não deixe de conferir esse nosso outro artigo 7 tratamentos alternativos para melhorar a sexualidade na menopausa!

Comments

comments

Share This